Area Reservada para Sócios

» Home » O que é a Quiroprática

Introdução



Nas duas últimas décadas, a profissão Quiroprática assistiu a um crescimento dinâmico internacional, sobretudo graças ao reconhecimento dos seus padrões educacionais e de pesquisa; e também graças ao papel que tem desempenhado na redução dos gastos com a saúde.

A Quiroprática recorre a uma metodologia única, visando a recuperação da actividade e da capacidade de resposta do sistema nervoso, através da restauração do tónus neurológico. Sendo frequente analisar os resultados, primariamente, no funcionamento da coluna e das articulações, a Quiroprática tornou-se o verdadeiro líder no tratamento, sem medicamentos, de síndromas de dor relacionados com a coluna. Todavia, a sua aplicação tem um impacto na saúde que vai muito para além da mera redução da dor.




Função Específica


A profissão Quiroprática reconhece a supremacia do sistema nervoso em todos os aspectos da saúde, na nossa actividade e no nosso bem-estar. A Quiroprática trata, de modo muito particular, a relação existente entre o sistema nervoso e a coluna, e no seu melhoramento. Os Quiropráticos, enquanto elementos das equipas de saúde, recorrem a formas de tratamento que podem beneficiar um bom número de pessoas e solucionar problemas.

Como profissional de cuidados de saúde primários, o Quiroprático pode avaliar a necessidade e reacção de um indivíduo ao submeter-se a um tratamento Quiroprático, considerando devidamente os possíveis benefícios para a saúde disponíveis através de um tratamento Quiroprático e, se necessário, associando-os com outra especialidade médica apropriada.



Tecnologia de Imagem e Quiroprática


As radiografias nos consultórios são utilizadas no âmbito da Quiroprática para se obterem informações relativamente às variantes de desenvolvimento, às lesões e às patologias na coluna vertebral e outra áreas que possam afectar o tratamento quiroprático de um indivíduo.

O quiroprático pode requerer outros exames de imagiologia para ajudar o seu diagnostico quiroprático. Os Quiropráticos são formados de acordo com padrões internacionalmente reconhecidos, podendo efectuar e analisar as suas próprias radiografias em muitos países, tal como é o caso nos Estados Unidos da América, na Austrália, no Canadá e no Reino Unido.



Redução de custos


De acordo com vários estudos governamentais internacionais, o recurso aos cuidados quiropráticos nas instituições de saúde tem provado reduzir significativamente os custos, tanto para os pacientes como para os vários custeadores implicados.
Com o constante aumento dos custos de saúde, a Quiroprática pode mesmo ser uma das reformas de saúde mais benéficas ao alcance daqueles que tomam decisões no âmbito da saúde em Portugal.



A Quiroprática em Portugal


Como organismo de supervisão, voluntário, e independente, a Associação Portuguesa dos Quiropráticos regulamenta a profissão Quiroprática em Portugal. Apenas os Quiropráticos, possuidores de qualificações internacionalmente reconhecidas, poderão inscrever-se na APQ.

Presentemente, em Portugal, ainda não existe um sistema regulamentador do exercício da Quiroprática, mas isso não significa que qualquer pessoa, mesmo que não qualificada, possa usar o título “Quiroprático” (situação esta que não protege nem o público nem dignifica a profissão), pois está em curso o processo regulamentador da lei 45/2003 que reconhece a Quiroprática em Portugal.